Agência oficial ignora gramática e adota linguagem neutra: ‘deputade eleite’

Escrito por   em 24/01/2023

Texto da agência usa termos como “deputades” e “eleites”

Fachada da EBC

A Agência Brasil, braço da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), divulgou um texto neste fim de semana adotando o uso da linguagem neutra para falar sobre novos parlamentares eleitos.  O tema da reportagem foi um encontro que ocorreu no Dia Nacional de Visibilidade Trans.

No texto da agência oficial de notícias do Executivo federal, há termos como “deputades” e “eleites”. A Agência Brasil ressaltou que a linguagem em gênero neutro foi usada para construir o texto atendendo a um pedido das “parlamentares eleites”.

A linguagem neutra é polêmica e desrespeita as normas cultas da Língua Portuguesa, adotada oficialmente no Brasil. O fenômeno também é criticado por especialistas. A professora do Departamento de Letras Vernáculas na Universidade Federal de Sergipe e editora-chefe da Revista da ABRALIN (Associação Brasileira de Linguística), Raquel Freitag, já declarou que “a linguagem neutra não existe”.

Linguagem neutra é uma coisa que não existe. Não existe neutralidade, em nada no mundo. Eu advogo por uma a linguagem inclusiva de gênero, que está na pauta dos movimentos feministas há muito tempo”, afirmou a professora em texto publicado no Blog FCA, da PUC Minas.

  • Fonte: Diário do Poder
Deixe seu comentário:

faixa atual

Título

Artista

pt_BRPortuguese
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!