Amigo de Lula, Daniel Ortega diz que a Igreja Católica é uma ‘ditadura perfeita’

Escrito por   em 29/09/2022

Daniel Ortega e Lula (Reprodução)

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, amigo do candidato à Presidência do Brasil, Lula (PT), está promovendo uma grande perseguição aos cristãos em seu país.

O ditador que está há 16 anos no poder, disse que a Igreja Católica é uma “ditadura perfeita”, por não permitir que a maioria dos católicos escolha o Papa e o restante de suas autoridades.

Na Nicarágua, padres, bispos e freiras já foram expulsos do país. Sob ordem do regime de Daniel Ortega, a polícia nicaraguense impediu pastores de celebrar o ato comemorativo do “Dia da Bíblia”, realizado sempre no último domingo do mês de setembro.

[Na Igreja Católica] tudo é imposto, é uma ditadura perfeita, é uma tirania perfeita (…) Quem elege os padres, quem elege os bispos, quem elege o papa, os cardeais, quantos votos, quem vota?”, questionou o presidente.

“Se vão ser democráticos que comecem a eleger com o voto dos católicos o papa, os cardeais, os bispos”, insistiu ele, durante um discurso exibido na quarta-feira à noite, por ocasião do 43º aniversário da polícia nacional.

Ortega voltou a chamar os bispos e padres de “assassinos” e “golpistas” pelo apoio que, segundo o seu governo, os templos deram aos protestos da oposição em 2018.

Deixe seu comentário:

faixa atual

Título

Artista

pt_BRPortuguese
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!