Ícone do Instagram FIQUE POR DENTRO

Até 25% da vegetação nativa está sujeita a degradação

“O Pampa é um bioma que sofre forte efeito antrópico [ação humana], com uma ocupação bastante densa e antiga. O fato de os usos antrópicos estarem distribuídos de modo relativamente homogêneo na paisagem amplia muito a exposição aos efeitos de borda. O panorama é bastante crítico”, afirma Eduardo Vélez, da equipe do Pampa MapBiomas.

Caatinga – De 9 milhões de hectares (18%) a 26,7 milhões de hectares (54%).

Nos últimos 37 anos, em média, ocorreu um incremento de 1% na área de fragmentos, que indicam degradação. “Esses vetores de degradação associados a mudanças de uso da terra e às condições climáticas áridas e semiáridas podem contribuir para aumentar os limites das áreas suscetíveis à desertificação, onde são exauridas as condições naturais, causando a deterioração do solo, chegando ao colapso”, ressalta Deorgia Souza, da equipe Caatinga do MapBiomas.

Cerrado – Entre 18,3 milhões de hectares (19,2%) e 43 milhões de hectares (45,3%).

O MapBiomas afirma que o bioma sofre com forte presença da agropecuária e já está bastante fragmentado. “As áreas de borda são importantes vetores na disseminação de espécies exóticas invasoras”, afirma Conciani, da equipe do Cerrado.

Pantanal – De 800 mil hectares (6,8%) a 2,1 milhões de hectares (19%).



Envie sua mensagem: (21) 96965-4710

COMPARTILHE

plugins premium WordPress
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!