Ícone do Instagram FIQUE POR DENTRO

Brasil perde nos pênaltis e está fora da Copa América – 07/07/2024 – Esporte

O Brasil perdeu para o Uruguai nos pênaltis na noite deste sábado (6), em Las Vegas, e está eliminado da Copa América. A partida valia pelas quartas de final do torneio.

Após empate por 0 a 0 no tempo normal, os uruguaios venceram a disputa nas penalidades por 4 a 2. Éder Militão desperdiçou sua cobrança, parando no goleiro Rochet, e Douglas Luiz chutou na trave. Alisson pegou a cobrança de Giménez, do Uruguai, mas não foi suficiente.

A equipe comandada por Dorival Júnior, assim, sai da competição após uma primeira fase abaixo do esperado. Empatou por 0 a 0 com a Costa Rica na estreia, bateu o Paraguai por 4 a 1 na partida seguinte e empatou de novo, desta vez ante a Colômbia, por 1 a 1 na última rodada, e se classificou na segunda colocação de seu grupo, com 4 pontos.

Já a equipe comandada por Marcelo Bielsa chega às semifinais após uma primeira fase perfeita, com 3 vitórias em 3 partidas: 3 a 1 ante o Panamá, 5 a 0 contra a Bolívia e 1 a 0 sobre os Estados Unidos. O Uruguai agora enfrentará a Colômbia, na quarta (10), às 21h.

O primeiro tempo foi equilibrado neste sábado, com bastante disputa de bola e poucas chances claras. Na melhor dos uruguaios, aos 34 minutos, Darwin Núñez cabeceou, sozinho, dentro da área, para fora.

O Brasil teve duas boas chances parecidas, ambas com Raphinha. Na primeira, um minuto depois do lance de Núñez, ele recebeu e ficou cara a cara com Rochet, o goleiro adversário, mas chutou em cima dele. Na segunda, já nos acréscimos da primeira etapa, quase um replay, com a diferença de que ele praticamente dividiu com o uruguaio.

O segundo tempo começou com a mesma tônica –muita briga, disputa de espaço e pouca inspiração de ambas as equipes. O Uruguai abusava dos chutes sem direção de fora da área e o Brasil pouco chegava.

Aos 27 da segunda etapa, Nahitan Nández acertou a perna de Rodrygo e foi expulso. O árbitro Darío Herrera, da Argentina, conferiu o lance no VAR antes de tomar a decisão –antes, lhe mostrara o cartão amarelo.

Para tentar mudar o cenário da partida, o técnico brasileiro, Dorival Júnior, pôs Savinho, Andreas Pereira e Douglas Luiz em campo logo após a expulsão. Saíram João Gomes, Lucas Paquetá e Raphinha.

A partir daí o Brasil ficou mais com a bola, rondando a área uruguaia, mas sem criar chances claras. Depois, ainda entraram Martinelli e Evanílson, nos lugares de Rodrygo e Bruno Guimarães, mas o novo panorama não se alterou.

Mais cedo, a Colômbia –que foi a primeira colocada no grupo do Brasil na fase anterior do torneio– goleou o Panamá por 5 a 0 em Glendale, no Arizona. Os gols foram de Jhon Córdoba, James Rodríguez, Luis Díaz, Richard Ríos e Miguel Borja.

A Colômbia, invicta há 27 jogos, abriu 3 a 0 já na primeira etapa e, mesmo administrando o placar, encontrou outros dois gols no segundo tempo.

Na outra semifinal, a Argentina pega o Canadá, no domingo (9), às 21h, em Nova Jersey. Ambas as equipes passaram pelas quartas de final nos pênaltis. Enquanto a primeira superou o Equador, após empate por 1 a 1 no tempo normal, o segundo venceu a Venezuela, após igualdade também de 1 a 1 nos 90 minutos.

Envie sua mensagem: (21) 96965-4710

COMPARTILHE

plugins premium WordPress
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!