Ícone do Instagram FIQUE POR DENTRO

Pacheco defende Congresso com lei para todas as drogas

Ele também comentou a PEC aprovada no Senado para limitar decisões monocráticas no STF e em outros tribunais superiores. “Eu faço críticas sempre, votei no senado uma PEC de drogas que vocês conhecem e que hoje está na câmara dos deputados”, relembrou. “Também votei uma PEC para limitar decisões monocráticas, acredito que uma decisão do STF para declarar inconstitucional uma lei só pode ser colegiada, eu já fiz a minha parte no senado.”

Não podemos permitir que o Brasil vire um palco de agressões entre instituições, verborragias. As pessoas que acham que agredir ministro do supremo e que pregar impeachment – coisa que nunca houve na história do Brasil – vai ser solução de problema, deem lugar ao diálogo, respeito e ao trabalho que vai ser muito melhor.
Rodrigo Pacheco, em entrevista coletiva

Aliás eu recomendo muito que essas pessoas que ficam o tempo todo em rede social, agredindo umas às outras, deem lugar ao respeito e deem lugar ao trabalho. Inclusive, políticos que vivem em rede social: vão trabalhar, vão discutir desoneração, dívidas dos estados, reforma tributária, política habitacional, ambiental, vão apresentar projeto.
presidente do Senado, Rodrigo Pacheco

Não é uma discussão se a droga A ou B faz mal ou não, quem diz isso é a Anvisa, com critérios técnicos. O que nos cabe é disciplinar uma lei que seja para todos e todas as substâncias e entorpecentes, que é o que o Congresso fez e continua a fazer. Mas sempre com muito diálogo, não podemos permitir que o Brasil vire um palco de agressões entre instituições, verborragias.
Rodrigo Pacheco, senador



Envie sua mensagem: (21) 96965-4710

COMPARTILHE

plugins premium WordPress
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!