Silas Magalhães mistura trap, pop, R&B e pagode no novo álbum “Predestinado”, lançado pela Sony Music

Escrito por   em 04/08/2023

Silas Magalhães mistura trap, pop, R&B e pagode no novo álbum “Predestinado”, lançado pela Sony Music

Projeto conta com 21 faixas e traz duas participações especiais

 

Com mais de 5 milhões de plays só no Spotify e chegando aos 3 milhões de visualizações no YouTube, o cantor Silas Magalhães vem se firmando como um dos grandes representantes do trap dentro do circuito gospel. Com 11 anos de carreira, ele integrou o cast da Sony Music em 2022, por onde já lançou quatro singles – “E Fé”, “Labirinto”, “Modo Avião” e “Fim de Tarde”, que juntos totalizam mais de 1 milhão de plays no Spotify, além de terem alcançado quase meio milhão de views com seus videoclipes no YouTube.

 

Chegando nesta sexta-feira (04), o artista apresenta seu primeiro álbum pela gravadora. Responsável pela composição e produção das 21 faixas, o projeto intitulado “Predestinado” traz influências não só do trap, mas também tem canções permeadas pelo R&B e pelo pop e até mesmo pelo pagode.

 

– “Fim de Tarde”, que foi lançado em junho deste ano, serviu para introduzir o conceito do álbum, trazendo um pouco do storytelling da minha vida, desde criança até os dias de hoje. O maior desafio nesse projeto foi justamente a construção de todo esse conceito que nasceu antes da criação das músicas. Todo o álbum, das canções aos clipes e visualizers e design gráfico, foi composto sobre a base do conceito – explica o artista.

 

De acordo com Silas Magalhães, as faixas foram separadas no que ele chama de seis estágios – “Memórias”, “Orações”, “Love Songs”, “Bible Boy”, “Encontros” e “Season Finale”- com cada um carregando um tema específico.

 

– O estágio de “Memórias” é composto por músicas que, por algum motivo, me lembram minha infância, seja por melodias, assuntos e memórias propriamente ditas. O título de “Orações” já explica tudo. Todas as músicas desses estágio eram na verdade orações minhas a Deus, que foram traduzidas em forma de canções. “Love songs” é o estágio composto por músicas românticas que compus para a minha esposa, Thais Magalhães, desde que éramos namorados, até hoje. “Bible Boy” é composto por músicas que o ouvinte vai ouvir pela primeira vez e já sacar qual versículo eu usei pra compor a música. “Encontros” é o estágio que conta com duas participações de artistas amigos que convidei – Orelhv e Liz MC. “Season Finale” é o último estágio, como um final de temporada de série, essa música, ou episódio, representa um resumo do álbum e traz uma música com um ar profético sobre a minha história – detalha Silas.

O repertório trará as quatro canções já lançadas anteriormente pela Sony Music, além de outras 17 inéditas, com destaque para “Vivão”, “Coadjuvante”, “Fuga”, “Exclusividade” e “Virando História”, que Silas já cantava em suas apresentações antes do álbum ser lançado como forma de testar o feedback do público.

Além de disponibilizar o álbum “Predestinado” nas plataformas digitais, Silas Magalhães irá lançar os visualizers de cada canção em seu canal no YouTube, que conta com quase 20 mil inscritos.

Autor de todas as canções do projeto, Silas Magalhães também assina a produção musical, edição dos visualizares e também o projeto gráfico, que foi desenvolvido de forma a apresentar toda a temática de “Predestinado” desde a capa.

– O conceito do álbum nasceu por causa da foto que está na capa. Essa foto foi tirada quando eu tinha quatro anos. Minha mãe me levou pra fazer um ensaio fotográfico e, desde quando eu era criança, todo mundo que via essas fotos dizia que eu tinha jeito de artista. Isso ficou na minha cabeça por muito tempo, então veio a ideia de chamar o álbum de “Predestinado”, já que eu me sentia predestinado a ser um artista desde pequeno. Nada mais justo que usar aquela foto pra montar a capa – comenta Silas.

Apesar de “Predestinado” reunir 21 faixas (lembrando que, em 2021, ele lançou o álbum “Estações”, com 18 canções), o intérprete garante que algumas faixas que precisaram ficar de fora podem entrar em trabalhos futuros.

– Tentei imprimir a minha realidade nesse álbum, mas 57 minutos é muito pouco para resumir uma vida. Houve muitas músicas que foram cortadas do álbum porque senão ia ficar gigante. Mas isso é bom porque me abre margem para trazer um conceito novo e original nos próximos trabalhos. Agora quero trabalhar muito esse álbum nos próximos meses e voltar no ano que vem com muitos projetos que já estão em produção – adianta

Paralelo à produção de “Predestinado”, Silas e a esposa se mudaram para o Rio de Janeiro após anos vivendo no interior da Bahia.

– Senti de Deus que era o momento de ir para um lugar diferente e meu coração já queimava pelo Rio de Janeiro há anos. Tem sido tudo muito novo, viemos de uma realidade diferente no interior da Bahia, mas ao mesmo tempo tem sido maravilhoso. Temos muitos amigos aqui, o que torna tudo mais leve. O mais desafiador tem sido sem dúvida a distância dos nossos pais, familiares e amigos que deixamos lá – finaliza o artista.

 

Ouça o álbum “Predestinado”, de Silas Magalhães, nas plataformas digitais: https://smb.lnk.to/Predestinado

Assista aos visualizers do álbum “Predestinado”, de Silas Magalhães, no YouTube:

Deixe seu comentário:

faixa atual

Título

Artista

pt_BRPortuguese
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!