Ícone do Instagram FIQUE POR DENTRO

Taiwan diz que apreensão de traineira pela China pode ser ato de guerra psicológica

TAIPÉ (Reuters) – A apreensão pela China de uma traineira taiwanesa que operava perto da costa chinesa pode ser um ato de guerra psicológica de Pequim, com o objetivo de pressionar ainda mais Taipé, e Taiwan está trabalhando para que o barco seja liberado, disseram autoridades nesta quinta-feira.

Autoridades chinesas abordaram e levaram o barco para um porto na China no final da terça-feira. O barco estava pescando lulas em águas chinesas perto das ilhas Kinmen, controladas por Taiwan. A China afirma que o barco violou uma proibição de pesca no verão e realizou operações ilegais de arrasto.

O incidente ocorreu em um momento de tensões crescentes no Estreito de Taiwan. A China considera Taiwan, país democraticamente governado, como seu próprio território e tem aumentado a pressão sobre Taipé desde maio, quando assumiu o presidente Lai Ching-te, acusado por Pequim de ser um “separatista”.



Envie sua mensagem: (21) 96965-4710

COMPARTILHE

plugins premium WordPress
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!