TSE permite que campanha de Bolsonaro use falas antigas de Alckmin contra Lula

Escrito por   em 21/09/2022

Fachada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considerou legítima a propaganda divulgada pela campanha de Jair Bolsonaro (PL) que recuperou vídeos antigos em que Geraldo Alckmin (PSB), hoje candidato à vice-presidência na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), aparece criticando o petista em eleições anteriores. Os vídeos mostram Alckmin dizendo que, depois de quebrar o Brasil, Lula quer “voltar à cena do crime”. No pedido feito ao TSE, a campanha de Lula afirma que Bolsonaro usou declarações de Alckmin que são temporalmente incompatíveis e que induziriam o eleitor a acreditar que o ex-governador de São Paulo não apoia o candidato do Partido dos Trabalhadores. A ministra Maria Cláudia Bucchianeri, relatora do caso, defendeu que as falas de Alckmin, embora antigas, são reais. A magistrada ainda afirmou que eventuais mudanças de posicionamento são naturais no jogo político. Por 4 votos a 3, o TSE também decidiu nesta terça-feira, 20, multar Jair Bolsonaro em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada. A decisão foi tomada em uma ação apresentada pelo PT que apontou irregularidades na conduta do presidente no período de pré-campanha, em abril deste ano.

 

Deixe seu comentário:

faixa atual

Título

Artista

pt_BRPortuguese
Iniciar Conversa
Oi, posso ajudar?
Olá! Obrigado por ouvir a Rádio Graça e Paz, qualquer coisa é só chamar!